Educação

O Homem é bom por Natureza

Hoje quero fazer uma reflexão sobre o ser humano: quem ele é? Qual é a sua natureza de vida, o que ele pensa? O que ele faz? Tudo isso me levou a uma autorreflexão sobre a vida e sobre o ser humano. Estava eu estudando Filosofia, uma das matérias do meu curso que se chama “Fundamentos Filosóficos da Educação”. Estava estudando um Filósofo chamado Jean-Jacques Rousseau, quando me deparei com uma reflexão que este autor fez sobre o homem e a sociedade. Vamos ver o que Rousseau diz: “O Homem é bom por natureza. É a Sociedade que o corrompe”.

Dentro desta perspectiva, comecei a pensar se o ser humano, ou seja, o homem é de fato corrompido pela sociedade ou não. De acordo com Rousseau, o homem se corrompe, isso tira dele a sua essência, tira a sua dignidade, ou seja, torna-se uma pessoa vagante, sem rumo e sem direção na vida. A pergunta que fica é: a Sociedade de fato corrompe o homem? Será que Rousseau está certo? Será que ele não errou? O que você acha? Qual é a sua opinião, vendo esta frase de Rousseau, quando ele diz que o Ser humano é bom por natureza, mas a sociedade o corrompe (esta bondade dentro da natureza do homem)? No pensamento de Rousseau, para que o ser humano tivesse um conhecimento elevado acima do senso comum, ele tinha que se isolar da sociedade (quando eu digo “homem” me refiro ao ser humano, desde a concepção até à morte). Rousseau dizia que para que tudo isso acontecesse de fato, tinha que ter um isolamento de sua natureza humana com relação à sociedade. Para isso, o candidato tinha que ir para um lugar onde não tivesse contato com a sociedade, certo? Para Rousseau, só assim o homem conseguiria manter seu estado natural. Isso é bom? Até certo ponto sim, mas por outro lado, não. E o que você acha, meu caro leitor? Você teria coragem de fazer isso com o seu filho? Isolá-lo da sociedade? Isso o ajudaria a crescer ou o prejudicaria? De acordo com o Filósofo Rousseau, essa era a única forma de obter um conhecimento sem estar em contato com a Sociedade. Agora, vamos pensar juntos.

A Sociedade corrompe o homem? Eu acredito que não, porque o homem é livre por sua Natureza, o que ele faz ou o que deixa de fazer é escolha humana. É aquela velha frase: “Plante que você colherá”, ou seja, aquilo que eu semear hoje será meu fruto de amanhã. Interessante em nossa Sociedade que homens e mulheres só plantam discórdia, inveja, traição, mentiras e querem fazer uma boa colheita (rsrs). É brincadeira, não é? Só pode. O mínimo que este ser humano vai colher é aquilo que ele plantou e nada mais. Eu discordo de Rousseau, esta é uma reflexão minha, da minha experiência com este Filósofo, acredito que a Sociedade não corrompa ninguém, somos nós que usamos das ferramentas que a Sociedade tem para nos oferecer. Eu posso usar ferramentas que fazem crescer ou posso usar ferramentas que me destroem, certo? Alguma dúvida? Alguma angústia até aqui? Olhando para um Filósofo Cristão chamado Agostinho: ele trabalha muito em seu livro a questão do livre arbítrio e fala até que ponto o homem é livre. E você, até que ponto é livre? Você é livre onde trabalha? Você é livre em sua empresa? A minha empresa pode corromper meu caráter? O que você acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo